Artigos, dicas e informações
sobre terceirização de mão-de-obra

Guia para escolher o melhor serviço de limpeza para hospital

19 de junho de 2018

A terceirização do serviço de limpeza já é corriqueira no panorama atual. Em virtude disso, o número de empresas prestando esse serviço é grande e a gama de preços e serviços oferecidos também.

Na hora de escolher o prestador de limpeza hospitalar, surge uma dúvida na cabeça do gestor: como escolher o melhor serviço, em meio a tantas empresas, com o resultado mais satisfatório? Para ajudar, elaboramos este pequeno guia do que deve ser checado antes de assinar o contrato.

Prime pela qualidade, não pelo preço

Ao iniciar a busca pela terceirização de funcionários, imediatamente se pensa na economia de custos. O processo em si já reduzirá os custos com a folha de pagamento e o gasto com materiais, por isso, não opte por uma empresa A ou B apenas por causa de um valor mais baixo no contrato.

Ao invés disso, verifique a qualidade oferecida, sua reputação no mercado, sempre lembrando o quanto a higiene é importante em um ambiente hospitalar. O preço pode até ser considerado como critério de desempate, mas nunca como a premissa principal de uma terceirização.

Dessa maneira, fique atento ao que cada serviço oferece em sua proposta comercial: um preço melhor pode ser justificado por uma oferta também menor de serviços, qualidade ou de profissionais. A limpeza hospitalar exige um número de pessoas mínimo para cobrir todos os diferentes turnos, assim como eventualidades, não podendo nunca operar abaixo ou sem massa de manobra.

Especialização técnica

Existe limpeza e existe limpeza hospitalar. A segunda é muito mais técnica e exige especialização do serviço de limpeza: afinal, não é apenas limpar, mas sim fazê-lo da maneira correta. Uma limpeza incorreta pode trazer graves consequências a pacientes, visitantes, médicos e funcionários.

Antes de fechar negócio, consulte sobre as especializações técnicas possuídas pela empresa proponente no que diz respeito tanto à capacidade humana quanto dos instrumentos que serão utilizados no dia a dia.

A falta de qualidade percebida por um paciente, um profissional médico ou até alguma eventualidade ou acidente causado em virtude da falta de especialização é um problema imperdoável em um ambiente como o de um hospital.

Para avaliar o “know how” da limpeza hospitalar, consulte outros clientes da mesma empresa. Se possível, vá ou envie alguém competente a locais onde a proponente trabalha para avaliar por si mesmo a qualidade dos serviços prestados. Nos papéis e websites, todas parecerão competentes e capazes, mas somente no ambiente real é que as diferenças poderão ser notadas.

Atente-se à parte jurídica

Um erro ainda comum entre a relação entre contratante e terceirizado é acreditar que não existe responsabilidade sobre o empregado, bem como sobre seus direitos trabalhistas. Essa responsabilidade sobre o empregado existe e deve ser verificada.

Se a empresa contratante não é a responsável direta por fazer o pagamento de salários e benefícios ou decidir sobre folgas ou férias, ela ainda é corresponsável em casos de processos trabalhistas. A folha de pagamento pode ser terceirizada, mas não a responsabilidade.

Por isso, avalie a forma como a possível contratada lida com os seus funcionários, pois uma única pessoa descontente já pode trazer danos à imagem do hospital. O serviço de limpeza deve respeitar regras rígidas quanto ao manuseio de equipamentos perigosos e produtos químicos, além da integração necessária para que os riscos inerentes de um hospital não afetem os trabalhadores.


Leia também:

5 riscos minimizados com a terceirização da limpeza hospitalar


Fuja de empresas com alta rotatividade de funcionários e grande número de processos na justiça. Lembre-se de que colaboradores satisfeitos realizam o seu trabalho diário com muito mais cuidado e dedicação – são características desejadas no ambiente de trabalho em geral, mas especialmente em um hospital.

Procure empresas com credibilidade e experiência claramente comprovada, principalmente aquelas que possuem certificação ISO 9001:2015, que é a maior comprovação de que são empresas que entregam o que se propõem.

Seguindo esse passo a passo, seu hospital funcionará sempre limpo e sem dores de cabeça.

Antes de contratar um serviço de limpeza, fique atento a todos os itens que devem ser checados e escolha a melhor empresa de limpeza hospitalar sem sustos.

Deixe seu Comentário